T-shirt: ela nunca sai de moda!

A camiseta, também conhecidas como t-shirt, há muito tempo deixou de ser uma peça exclusiva do guarda-roupa masculino. Estilistas famosos como Marc Jacobs e Christopher Kane criaram coleções exclusivas para ela… Estampas bem humoradas, cores, ilustrações, modelagens confortáveis fazem da t-shirt garantia de sucesso em qualquer produção.

 T-shirt: é uma peça atemporal…

A t-shirt, além de uma peça de roupa é um ícone de conforto, praticidade e estilo, é uma forma de comunicação usada em todas as épocas, por todas as gerações, que ao se apropriarem das imagens impressas, falam de si mesmas, do jeito de ser e de viver.

Chic de t-shirt…

Na Revista Elle Brasil, edição Novembro de 2012, com o título “Chic de t-shirt”, páginas com produções super diferentes, utilizando como peça principal a t-shirt… com o texto: “Quer deixar qualquer look muito mais cool? Aposte na camiseta. Com mensagens ou podrinhas, elas acompanham bem qualquer produção – do dia à noite”.

Um pouco da história…

A camiseta foi feita para ser “roupa de baixo”, a princípio ela não poderia aparecer, servia para proteger as camisas da transpiração, além de servir como uma proteção para enfrentar dias de temperaturas mais frias. No Brasil, a camiseta começou a sua trajetória na época da colonização, ficando assim conhecida como “coisa de português”, acostumadas com temperaturas bem diferentes os europeus se viram obrigados a tirar todas as suas roupas pesadas, exibindo assim, apenas as “roupas de baixo”. Mas foi só na década de 60 que começou a popularidade da camiseta, como forma de contestação os jovens se rebelaram e resolveram mostrar a camiseta. A sociedade industrial avançou e introduziu a cultura uniforme e sem fronteiras, criando produtos específicos para os jovens. As camisetas passaram a ser conhecidas como t-shirts, por causa da modelagem parecida com a letra “T”. A sua popularização se deve ao fato da sua aparição no cinema, um exemplo disso é o filme “Juventude Transviada”, de 1955, estrelada por James Dean, o galã da época, a camiseta passou a ser associada como símbolo sutil de erotismo.

Desde então, a camiseta faz parte do guarda-roupa como peça indispensável a qualquer pessoa, qualquer classe social, sexo ou ideologia. Passando a desfilar nas passarelas de moda com grande desenvoltura. Incorporada à maneira brasileira de vestir, assume novos estilos, novas cores e estampas que refletem os atuais modismos urbanos e o desejo de moda brasileira. Podendo transitar por corpos masculinos e femininos, sendo essa uma grande arma, ser unissex, tornando um símbolo de masculinidade, quanto de feminilidade. A camiseta conquistou as pessoas e o mundo da moda com sua simplicidade e suas mil maneiras de aparecer, são as peças mais utilizadas em todas as estações.

Agora, depois dessas dicas, utilize a sua criatividade, monte “looks” com as t-shirts que andam escondidas pelo seu guarda-roupa, e saia desfilando por ai….

Essa peça é versátil e nunca sai de moda!

 Até sexta-feira que vem…

 

Estilo… Qual é o seu?

Quando falamos de moda, logo vem outra palavra que sempre ronda as discussões… Estilo! E você sabe… O que é estilo? Qual é o seu estilo? Para a Consultora de Moda Gloria Kalil, “Estilo é mais do que uma maneira de se vestir, é um modo de ser e de se relacionar com o mundo.”

Nesse post, vamos mostrar quais são os principais estilos que desfilam pelas ruas…

 Estilo Esportivo/ Casual

Palavras-chaves: comunicação, básico, energia e praticidade.

Quais as características? Roupas confortáveis, que não apertam, peças com design esportivo, tecidos que ‘respiram’, naturais, duráveis, opacos e também os tecnológicos, detalhes tais como bolsos e zíperes. Cores vivas, neons, neutras e tons terrosos. Acessórios simples e funcionais: jóias e bijuterias pequenas, tênis e sapatos de salto baixo, anabela ou plataforma, óculos de sol esportivos, bonés, bolsas e sacolas grandes, mochilas e todos os acessórios possíveis para a prática de esportes.

  Estilo Elegante

Palavras-chave: segurança, sofisticação, formalidade, exigência e confiança.

Quais as características? Linhas “cleans”, limpas, poucos detalhes, peças que coordenam entre si. Somente itens de boa qualidade, que podem durar muitos anos, nada que seja muito tendência, muito moda. Corte e caimento perfeitos. Tecidos sofisticados e fluídos. Cores clássicas, neutras e discretas e também tom sobre tom, estampas e motivos abstratos. Jóias e semi-jóias. Sapatos e bolsas em couro legítimo.

 Estilo Clássico

Palavras-chave: conservadorismo, seriedade, formalidade, rigidez.

Quais as características? Roupas fluídas que não modelem o corpo. Apenas peças de qualidade garantida e comprovada. Cores sólidas, estampas miúdas e discretas. Tecidos nobres como lã pura, seda, crepe e linho. Peças clássicas, tais como o vestido preto, a calça jeans de cinco bolsos, a camisa branca, o terninho feminino, o tailleur, conjuntos e combinações prontas. Jóias de verdade e atemporais, como o colar de pérolas, por exemplo. Apenas couro legítimo. Relógios de altíssima qualidade. São grandes consumidores de marcas de luxo e tradicionais.

  Estilo Romântico

Palavras-chave: leveza, suavidade, sensibilidade e delicadeza.

Quais as características? Roupas com formatos e texturas delicadas, itens que tragam detalhes ricos, esplendorosos, rendas, laços, contas e fitas. Batas, vestidos rodados, curtos. Estampas florais, cores sutis, leves, sem muito contraste. Design arredondado em sapatos, bolsas e bijuterias. Estilo princesa ou rococó.

 Estilo Sexy

Palavras-chave: coragem, provocação, glamour e confiança.

Quais as características? A última moda, pois são seguidores de tendências (aqui é onde mais se encontra as “fashion-victims”). Tecidos que marcam e valorizam o corpo e suas curvas. Decotes, fendas, cavas e linhas reveladoras. Transparências e brilhos. Cores ousadas, chamativas, adora vermelho, preto e metalizados. Estampas de pele animal, tais como onça, zebra, leopardo, cobra, croco. Acessórios metalizados. Bijuterias volumosas.

 Estilo Antenado

Palavras-chave: inovação e originalidade.

Quais as características? Visual de várias cores. Misturas ousadas e improváveis. Tons sóbrios e apagados ou superfortes. Roupas e acessórios com cara de antigos, vintage. Acessórios rústicos ou étnicos. Estampas orientais e africanas, animal e xadrez. Tudo que tiver design exagerado ou que misturar antigo e moderno (lembrando que retrô é a releitura e vintage, peças originais).

 Estilo Urbano

Palavras-chave: modernidade, sofisticação e contemporâneo.

Quais as características? Roupas estruturadas. Tudo o que servir para o dia e para a noite. Cores sólidas ou luminosas. Tecidos de tramas fechadas ou tecidos pesados, com caimento. Adoram couro. Estampas exageradas, tais como grandes poás, geométricos ou abstratos. Tudo que trouxer densidade, tais como grandes plataformas e bolsas muito grandes e coloridas. Acessórios maxi.

Com essas dicas você conseguiu identificar qual é seu estilo?

Não é porque você se identifica mais com um estilo, que você não pode usar peças e/ ou acessórios que se enquadram em outro. Na verdade, o ideal é usar a moda a seu favor, lembrando sempre, qual o traje/ roupa melhor para cada ocasião, e que se encaixa com a sua silhueta, e criar assim, o seu próprio estilo. E como disse Coco Chanel: “A moda sai de moda, o estilo jamais.”

 Até a próxima sexta-feira…

Com que roupa eu vou?

Começou a temporada de aniversários, formaturas, casamentos, festas de empresas e confraternizações de todos os tipos. O Natal e o Réveillon também estão chegando… E a pergunta que não quer calar é: “Com que roupa eu vou?”

As opções são muitas, tanto para o homem quanto para a mulher. Usar o traje/ roupa adequada para cada ocasião é essencial. A roupa é a primeira impressão/ informação que passamos ao chegar em qualquer ambiente; é uma forma de comunicação não verbal.

Então vamos lá… Veja algumas dicas para ajudar na hora da escolha do “look”.

Convites sem esclarecimento de código

O que usar nos eventos formais durante o dia? Os trajes devem ser coordenados de acordo com a função do evento.

O que usar nas festas de empresas à noite? Seja coerente com o seu estilo pessoal.

O importante é usar sempre o bom senso!

Traje Esporte

O que é? É o traje mais simples e informal.

Onde usar? Almoços, exposições, festas infantis e churrascos.

Quais são os trajes mais adequados para os homens? Jeans, tons cáqui, camisetas lisas e pólos, malhas. Bermudas são aceitas na praia/ piscina, em um ambiente muito descontraído.

E para as mulheres? Jeans, camisetas, vestidos estampados ou lisos, malhas e bolsas esportivas.

Traje Passeio

O que é? São trajes com um toque de formalidade, pode ser chamado de Esporte Fino, Casual ou “Tenue de Ville”.

Onde usar? Casamentos durante o dia ou civil, almoços e conferências.

Quais são os trajes mais adequados para os homens? Calças esportivas com blazer, jaqueta ou paletó esporte, com ou sem gravata.

E para as mulheres? Pantalonas, “tailleur” e vestidos com tecidos nobres.

Traje Passeio Completo

O que é? É a formalidade completa, também é conhecido como Alto Esporte, Recepção ou Coquetel.

Onde usar? Casamentos noturnos, jantares formais, coquetéis e grandes comemorações.

Quais os trajes mais adequados para os homens? Trajes com gravatas, claros ou escuros conforme o horário.

E para as mulheres? Vestidos sofisticados, decotados, jóias e bijuterias de peso, sapatos e bolsa social.

Traje Black Tie

O que é? Roupas sofisticadas, Gala ou À Rigor entram nessa categoria.

Onde usar? Casamentos importantes, bailes de gala, comemorações sofisticadas.

Qual o traje mais adequado para os homens? “Smoking” preto, faixa na cintura, gravata borboleta escura, camisa branca e sapatos pretos.

E para as mulheres? Os vestidos devem cobrir o salto do sapato social. Decotes, fendas, jóias e tecidos nobres, cuidado para não ficar “over”.

Agora, é escolher o traje que mais combina com o seu estilo e silhueta, e aproveitar as festas!!! Divirtam-se…

Até a próxima sexta-feira…